//

Marisa Santoro Bravi

21/09/2023

Bons pensamentos são frequentemente acompanhados de um olhar para o Céu e, diz a cultura popular, os melhores viram estrelas, por sinal as mais brilhantes, ao deixar a Terra para assumirem o posto ainda mais venerável de fontes eternas de inspiração. Todos os que um dia conviveram com Marisa Bravi nas diversas formas de interação com Abrapp sabem, melhor dizendo estão ungidos da mais absoluta certeza, de que esse é o caso dessa extraordinária figura humana e profissional.

Tudo de bom que se pode dizer dela é fruto das muitas comprovações do amor que dedicou, ao longo de mais de três décadas, ao ideário que nos reúne aqui no 44º CBPP. Sim, Marisa cumpria todas as missões com maestria, uma enorme capacidade profissional, mas sempre adicionando a dose certa de doçura.

Profundamente conhecedora dos assuntos tratados, fosse em reuniões de comissões técnicas ou como expositora de um tema, por exemplo na condição de integrante do time de especialistas da UniAbrapp e como idealizadora de valorosos projetos que perduram e perdurarão por incontáveis anos, sabia muito de comunicação, relacionamento, cultura organizacional e motivação. Pós-graduada em variadas áreas, atuou como bem-sucedida consultora.

Mostrava-se imbatível ao atuar com graça como mestre de cerimônia em incontáveis oportunidades. E do seu jeito fazia chegar mais longe as mensagens motivadoras ao final de cada evento.

A passagem de uma profissional desse quilate deixa também um rastro de orgulho, um reforço à convicção de que a previdência complementar fechada reúne os melhores, os mais qualificados.

Daí que a nossa estrela brilha forte e com certeza ilumina a entrega deste 26º Prêmio Nacional de Seguridade Social. Uma premiação de muitos e profundos significados, a começar de um muito obrigado!